quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Benefícios da Clara de Ovo Conheça alguns dos principais benefícios da clara de ovo e comece a incluir o alimento na sua dieta para manter a boa forma e a saúde:


Benefícios da Clara de Ovo

Conheça alguns dos principais benefícios da clara de ovo e comece a incluir o alimento na sua dieta para manter a boa forma e a saúde:

1. Contribui para a formação de massa muscular: Este é certamente o benefício mais conhecido da clara de ovo. Como já vimos, a clara contém albumina, uma proteína de grande biodisponibilidade, ou seja, que é muito bem absorvida pelo nosso organismo. Todas as proteínas encontradas na clara de ovo são degradadas em aminoácidos, que são absorvidos pelo intestino e enviados para o fígado, de onde serão levados para dar origem a novas fibras musculares. As proteínas da clara do ovo são completas, ou seja, fornecem ao organismo todos os aminoácidos de que ele necessita, o que não ocorre com certos alimentos de origem vegetal, como o arroz e o feijão, por exemplo.
Entre os aminoácidos encontrados na clara de ovo está a arginina, que estimula a produção de óxido nítrico – que por sua vez ajuda a dilatar os vasos sanguíneos. Como consequência, há uma melhora da circulação sanguínea e da oxigenação para os tecidos, o que pode acelerar a recuperação e também aumentar os níveis de energia durante o exercício.
Outro aminoácido presente na clara de ovo é a leucina, um aminoácido de cadeia ramificada (BCAA) que minimiza os efeitos do exercício sobre a musculatura (degradação muscular e inibição da síntese de novas proteínas). O consumo de clara de ovo após a atividade física diminui os efeitos do catabolismo (degradação de proteínas) e estimula a formação de novas células musculares, levando à recuperação e formação de novas células musculares.
Portanto, podemos dizer que a clara de ovo acelera a recuperação, a manutenção e o crescimento da massa muscular.

2. Auxilia no Emagrecimento e Manutenção do peso : Ao fornecer uma boa quantidade de proteínas sem quase nada de gordura, as claras se tornam um excelente aliado da perda de peso. Além de manter a saciedade por mais tempo (as proteínas têm digestão mais lenta que os carboidratos), a clara também contém leucina, que como já vimos auxilia na formação de massa magra (tecido muscular). Outra função menos conhecida da leucina é o seu efeito termogênico, ou seja, de queimar gorduras.
Em um estudo publicado no periódico especializado Diabetes, pesquisadores estudaram o efeito da leucina em ratos. Durante a pesquisa (que durou ao todo 15 semanas), metade dos animais recebeu uma ração normal, enquanto a outra metade foi alimentada com uma ração com excesso de gordura. Ao mesmo tempo, pesquisadores dobraram a quantidade normal de leucina na dieta através do fornecimento do aminoácido na água (que era servida livremente aos animais). Um controle para os dois grupos (ração normal sem leucina extra e ração com gordura sem leucina extra) foi mantido durante todo o experimento.
Embora o aumento de leucina na água não tenha causado alteração nos ratos alimentados com ração normal, os animais que receberam uma ração com alto teor de gordura e leucina extra deixaram de ganhar até 32% de peso quando comparados aos ratos-controle que somente se alimentaram com uma dieta rica em gordura. Ou seja, ainda que os ratos tenham engordado, a leucina preveniu um ganho de peso maior – e ainda por cima também evitou um aumento do tecido adiposo (gordura) em 25%.
Na prática, isso significa que a leucina pode ajudar no controle do peso aumentando a taxa de queima de gordura previamente estocada, além de também aumentar a sensibilidade à insulina e melhorar o controle da glicose sanguínea. Para quem está de olho na balança, esse é mais um dos benefícios da clara de ovo, pois é sinônimo de menos fome logo após a refeição e também um aumento das taxas de metabolismo.
3. Melhora o humor e diminui a vontade de comer doces: A clara de ovo – seja ela fresca ou mesmo em pó – contém triptofano, um aminoácido precursor da serotonina. Entre outras funções, a serotonina melhora o humor, contribui para a sensação de bem estar e combate a depressão. Outro efeito do triptofano é a diminuição da vontade de comer doces, que muitas vezes surge como resposta ao nervosismo e estresse.
4. Controla a pressão arterial: As dietas das proteínas contribuem para uma diminuição do risco de desenvolvimento de hipertensão, e estudos recentes têm sugerido que as claras podem ser ainda mais benéficas. Em um estudo divulgado pela American Chemical Society, cientistas da Clemson University descobriram um peptídeo (composto resultante da combinação de dois aminoácidos) denominado RVPSL. Encontrado na clara de ovo, o RVPSL mostrou-se capaz de reduzir a pressão arterial tanto quanto o Captopril, um conhecido medicamento para pressão alta. Segundo os pesquisadores, o peptídeo bloqueia as enzimas responsáveis pela conversão da angiotensina, peptídeo que causa aumento da pressão arterial.
5. Melhora a saúde da pele: Além de atuar na recuperação muscular, os aminoácidos da clara de ovo também são enviados aos fibroblastos, células responsáveis pela produção de colágeno. E como a produção de colágeno começa a diminuir significativamente a partir dos 30 anos, consumir mais claras de ovos pode ajudá-lo a manter a pele mais firme e evitar a tão indesejada flacidez. Para quem não está satisfeito somente com o consumo da clara na dieta, há ainda a opção de fazer uma máscara rejuvenescedora (e que serve para fechar os poros) com o alimento. Basta bater uma ou duas claras com um pouco de suco de limão na batedeira e aplicar sobre a pele. Deixe por 15 minutos e enxague bem.
Quantidade ideal: Não existe uma quantidade certa que você pode consumir todos os dias para obter os benefícios da clara de ovo. Fatores como idade, sexo, nível de atividade física e dieta deverão ser levados em consideração antes de você começar a ingerir inúmeras claras todos os dias. Como exemplo, temos que homens jovens que praticam musculação regularmente terão uma necessidade maior de proteína que uma mulher de 50 anos que não pratique nenhuma atividade física. E se você já tem uma dieta rica em proteína animal (queijo no café da manhã, bife no almoço e frango à noite), é importante que você esteja atento para não exagerar no consumo total do nutriente ao longo do dia. Grandes quantidades de proteína podem prejudicar os rins e trazer uma série de complicações à saúde.
Catarina Quirino Stocco – Nutricionista Funcional e Coach de Emagrecimento Definitivo

41-3285-3449 / 3285-5799 / 8725-0343

Parabéns para nós.