terça-feira, 4 de outubro de 2016

Outubro Rosa - Manter uma dieta saudável é fundamental para ter uma rotina melhor em que bem-estar, saúde e boa forma estão inclusos. Além disso, quando a alimentação é correta, o corpo é capaz de se prevenir de diversas doenças. É o caso do câncer de mama, que pode ser evitado com refeições melhores.


Manter uma dieta saudável é fundamental para ter uma rotina melhor em que bem-estar, saúde e boa forma estão inclusos. Além disso, quando a alimentação é correta, o corpo é capaz de se prevenir de diversas doenças. É o caso do câncer de mama, que pode ser evitado com refeições melhores.

A primeira dica é manter o peso em níveis adequados, pois as células de gordura podem aumentar a produção de estrogênio – hormônio feminino capaz de estimular o crescimento das células cancerígenas. Uma boa forma de controlar esta produção é o consumo de alimentos benéficos e de uma dieta rica em nutrientes. Além disso, investir em produtos com propriedades antioxidantes pode evitar os danos causados pelos radicais livres, que induzem o desenvolvimento de células cancerígenas. Alguns vegetais, como a couve e o brócolis, estão entre os alimentos que podem ajudar no bom funcionamento do fígado e na eliminação de toxinas que favorecem o crescimento de tumores. O hábito de consumir diariamente frutas e legumes variados também auxilia na prevenção do câncer de mama e de outras doenças. Além desses, a soja também é uma ótima opção nesta batalha graças à presença de fitoestrogênio, que entra em “conflito” com o estrogênio e inibe a produção de células cancerígenas. Para ajudar na hora de escolher o que incluir nas refeições e torná-las mais saudáveis para o seu dia a dia, segue algumas dicas que devem ser levadas em consideração na hora de montar o cardápio ideal. Confira abaixo algumas delas:
  • Escolha duas ou três verduras, como alface lisa, alface roxa, rúcula e brócolis. As folhas escuras são ricas em ferro e ácido fólico. As verduras também contêm fibras, que auxiliam o trânsito intestinal.
  • Quanto mais cor na salada, melhor. Vale acrescentar dois ou três ingredientes coloridos. Os de cor amarela ou laranja, como cenoura, são ricos em carotenoides, que combatem os radicais livres. Já o tomate tem muito licopeno – um poderoso antioxidante.
  • Uma boa salada deve ter pelo menos um carboidrato, pois é fonte de energia. Quinoa e cuscuz marroquino são ótimas opções, já que além de leves e deliciosos, têm baixo índice glicêmico e ajudam a manter o peso em dia.
  • Proteínas também são fundamentais, porque fazem parte da estrutura de tecidos, como pele e músculos: queijo branco, frango grelhado ou atum são opões leves e perfeitas.
  • O molho é a alma da salada: prefira os mais leves, como os à base de azeite extravirgem e iogurtes naturais, que são saudáveis e pouco calóricos. O azeite contém gorduras monoinsaturadas, que ajudam no controle do colesterol, e o iogurte fornece cálcio e probióticos – importantes para manutenção da saúde óssea e intestinal, respectivamente.
  • Para completar o prato, um bom suco de frutas naturais é excelente. Todas as frutas têm vitamina Cque, além de antioxidante, ajuda na absorção do ferro das folhagens.


#Ficaadica#catarinaquirinostocco#nutricionista#OUTUBROROSA

Catarina Quirino Stocco – Nutricionista Funcional e Coach de Emagrecimento Definitivo

41-3285-3449 / 3285-5799 / 8725-0343

Creme de milho light. Pode ser usado como acompanhamento ou como sopa, é só acrescentar mais água e deixar líquida!

Creme de milho light. Pode ser usado como acompanhamento ou como sopa, é só acrescentar mais água e deixar líquida! Ingredientes: - 1...