quinta-feira, 13 de abril de 2017

Feliz Pascoa - Dicas de Alimentação na Páscoa

Dicas de Alimentação na Páscoa
Páscoa, para muitos, é sinônimo de refeições fartas e chocolates durante todo o feriado. No entanto, com algumas dicas e cuidados podemos manter a alimentação saudável durante essa data comemorativa.
Nesse período temos o hábito de consumir frutos do mar e esse pode ser o início do consumo regular desse tipo de alimento saudável.

Os peixes e os subprodutos marinhos estão entre os principais alimentos funcionais, especialmente por serem fontes de ômega-3. Os ácidos graxos ômega-3 são encontrados respectivamente nos vegetais (soja, canola e linhaça) e em peixes de águas frias e profundas (cavala, sardinha, atum, salmão, truta, cascudo, arenque).
Estudos sugerem que a ingestão regular de ômega-3 na dieta promove redução dos triglicérides, podendo ainda exercer outros efeitos cardiovasculares (redução da viscosidade do sangue, maior relaxamento do músculo cardíaco e também efeitos anti-arrítmicos.

Dicas e sugestões:
1) Evite: preparações com molhos ricos em gordura e calorias (creme de leite, molho branco, molho de queijo) e alimentos fritos.
2) A bacalhoada é rica em calorias (170 kcal = porção média). Se for consumir, controle a quantidade ingerida.
3) Acompanhamentos: legumes frescos ou cozidos no vapor, arroz integral ou parboilizado, purê de cenoura, chuchu, mandioca ou batata, massa integral com molho de tomate, saladas e frutas.
4) Temperos: ervas e temperos naturais como manjericão, alecrim, orégano, tomilho, açafrão, pimenta, azeite extra-virgem, salsa, cebolinha, limão, laranja.
Já o alimento mais consumido por adultos e crianças durante a páscoa é o chocolate. No entanto, ele não precisa ser o vilão se for bem escolhido e consumido com moderação.
chocolate amargo é a melhor opção entre os inúmeros tipos oferecidos no mercado e é considerado um alimento funcional devido a presença do cacau em sua composição. Os componentes encontrados no cacau, os flavonóides, atuam como antioxidantes, aumentam o HDL (colesterol “bom”), diminuem a oxidação do LDL (colesterol “ruim”), reduzem agregação das plaquetas. Além disso, atuam também na diminuição da pressão arterial, prevenindo, portanto, as doenças cardiovasculares. Lembrando que, as crianças e adolescentes também já estão apresentando fatores de risco para desenvolvimento de problemas cardíacos.

Dica: Na hora de consumir o chocolate quebre-o em pedaços pequenos e guarde em potinhos, evitando assim atacar o chocolate inteiro e de uma só vez.


Catarina Quirino Stocco - Nutricionista Funcional e Coach de Emagrecimento Definitivo
catarina@nutrifuncional.com.br
41-3285-3449 / 3285-5799 / 98725-0343

Salada com folhas e frutas ao molho de iogurte

Salada com folhas e frutas ao molho de iogurte 500g de Peito de Peru Defumado Batavo 4 xícaras (chá) de folhas verdes (alface, agriã...